21 março, 2008

a luz

A luz é símbolo e agente de pureza. Onde a luz não tem nada a fazer, nada a unir ou nada a separar, passa.

Novalis, "Fragmentos"

Um comentário:

ana disse...

adoro este blog