11 abril, 2014

Poema número 20


Acordo e forma-se um silêncio espantoso
na boca. É como ter os dentes colados,
Os lábios açaimados com cordas e a língua
Completa de verbos, incapaz. São horas
Mudas e primitivas, pensando livros.

Frederico Mira George, Um Fósforo na Mão, 2013

Um comentário:

Frederico George disse...

Que....dizer?